Quer conquistar uma vaga de emprego mas não sabe por onde começar?

Perguntas para entrevista

1. Pode me contar um pouco sobre você?

Entenda que esta pergunta não está sendo feita para conhecer os seus hobbies, e sim para entender o porquê você é o candidato  certo para a vaga.

Escolha pelo menos 3 realizações que julgue agregar qualidades diferenciais, seja no campo pessoal (ações sociais, voluntariado, crenças individuais, etc) quanto profissional (projetos de extensão universitárias, empresas juniores, campanhas desafiadoras em empregos anteriores, etc).

Faça um discurso rápido, conciso e atraente; encerre falando como essas experiências te ajudaram a optar por esta candidatura específica.   

2. Quais são os seus pontos fortes e fracos?

Nesta questão, o que o recrutador realmente analisa é o seu autoconhecimento e honestidade. Ao invés de expor aquilo que você acha que o recrutador gostaria de ouvir, apresente fraquezas que visa superar e características relevantes que potencializam suas forças profissionais. 

Seja honesto, afinal ninguém é perfeito e a arrogância e pretensão podem ser identificadas mesmo sem intenção. Contudo, isso não quer dizer que respostas como “sou preguiçoso”, “entrego as coisas no limite dos prazos”, “tenho dificuldade para chegar na hora”, sejam aceitáveis.

Para usar as fraquezas  de forma inteligente, é preciso se astuto. Veja um exemplo: Tenho dificuldade em falar em público. Contudo, sempre me disponho a comandar as reuniões, para trabalhar esse medo e me habituar a dirigir um grande volume de pessoas”.

3. Onde você se vê daqui a 5 anos?

Outra pergunta de entrevista bastante popular é a da previsão profissional. Esta questão avalia pontos como expectativas realistas sobre a carreira, ambições pessoais, se a vaga está alinhada com esses objectivos, se o candidato será um investimento ou gasto, e assim por diante.

Procure pensar até onde essa vaga pode te ajudar a alcançar esses objetivos, e se ela é ou não uma passagem obrigatória. 

É normal que não tenha uma resposta exata para os seus anseios futuros. Contudo, faça essa resposta se tornar interessante, apresente como você enxerga que essa experiência  pode impactar nessa jornada.

4. O que você gosta de fazer nas horas vagas? Quais são os seus hobbies?

Esta é uma pergunta de entrevista usada para conhecer a personalidade do candidato e analisar se ela se encaixa com a cultura  da empresa. Em uma lógica simples, as escolhas pessoais são avaliadas, já que nas horas vagas realizamos atividades por espontânea vontade.

É totalmente aceitável que a resposta envolva entretenimento social, como reunir os amigos para tomar uma cerveja na sexta ou sábado a noite. Entretanto, não esqueça que ainda está em uma entrevista profissional, mesmo atividades como baladas e festas, devem ser expostas de maneira razoável.

Evite dizer que você sai para beber sempre que tem uma oportunidade ou que vai a baladas durante a semana. Respostas como essa podem dar a entender que ressaca e noites mal dormidas são frequentes na sua rotina, e como o seu rendimento está diretamente ligado ao seu estado físico e mental, provavelmente te eliminará.

5. Como você lida com a pressão ou situações estressantes? 

Nesta pergunta da entrevista, procure posicionar-se como alguém que encara situações estressantes de maneira productiva, e que nem a pressão e o cansaço poderão te impedir de atingir seus objetivos.

Uma boa dica é abordar as estratégias que você usa em momentos como esse, tais como a meditação, exercício de respiração, desligamento da mente, pausas, e assim por diante.

Cláudio Carlos
Author: Cláudio Carlos

 Liderança  Gestão empresarial  Empreendedorismo  Educação financeira  Tradução e interpretação

Leave A Comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *