Dicas para iniciar o seu próprio negócio

1. Faça o plano de negócios

O plano de negócios é o primeiro passo a ser dado se você decide empreender. O processo, que pode parecer complexo à primeira vista, se torna mais fácil quando você pesquisa bastante, faz boas leituras sobre o assunto, conta com softwares ou com a própria franqueadora, se for esse o caso.

Traçar um plano significa definir onde sua empresa almeja chegar e por qual caminho seguirá para realizar os objetivos e as metas. Quando as metas são planejadas e as estratégias são definidas com antecedência, o gestor evita perder dinheiro.

Saiba como fazer um plano de negócio eficiente. contacte: admin@tefemarket.com

2. Pesquise seu público

O plano de negócios da empresa está alinhado ao conhecimento do público-alvo ao qual sua marca servirá. Isso ajuda a escolher o melhor ponto da cidade para montar a loja e a montar estratégias de marketing condizentes com seu target (o cliente ideal).

Para conhecer o público-alvo, vá a campo com pesquisas e peça para as pessoas daquela localidade responderem a questões que contribuam para desmistificá-lo. 

Ao pesquisar o cliente ideal, o empreendedor deve saber sua faixa etária estimada, a localidade em que esse público se concentra, o tequete-médio gasto pelo target e suas problemáticas. Seu posicionamento de mercado se torna mais sólido e eficiente.

Pode parecer estranho falar em “problemas” do consumidor, no entanto quando ele adentra uma loja, está atrás do produto ou serviço capaz de solucionar sua necessidade. É importante saber o que seu público demanda.

3. Invista em marketing

Acha que é cedo para planejar o marketing? Hora de repensar essa ideia! O marketing não serve apenas para divulgar seus produtos depois que a loja já está operando. Ele também é responsável por agregar novos clientes para conhecer seu negócio.

O objetivo do marketing é também o de angariar esses consumidores potenciais, os chamados prospects, atraindo-os para conhecer seus produtos e serviços e assim chega o momento de trabalh

4. Aposte no diferencial competitivo e compreenda o mercado

O diferencial competitivo de uma marca é aquilo que a diferencia das concorrentes. O fator competitivo da empresa envolve a noção de valor e preço. Você sabe diferenciá-los?

O preço é aquele número objetivo, indicado na etiqueta, que mostra o quanto o cliente precisa desembolsar por um produto ou serviço. Já o valor tem caráter subjetivo, e depende da percepção do próprio cliente.

O que faz o consumidor pagar mais caro em um produto de uma marca conhecida, mesmo diante de uma opção mais barata e de qualidades semelhantes a do primeiro produto? A resposta é o valor.

Agregar valor deve ser o objetivo da sua organização desde a abertura.

O atendimento é um diferencial que salta aos olhos do consumidor! Invista na qualificação da sua equipe de colaboradores, incluindo treinamentos constantes. Manter um registro dos clientes também ajuda no processo.

5. Controle os processos

Reunir dados e manter registros de nada adianta se o gestor não os utiliza na sua função. Não deixe de avaliar o desempenho da sua equipe de colaboradores e mensurar o sucesso de cada estratégia aplicada.

Todo processo precisa ser bem gerido e avaliado após seu desempenho. Para otimizar a precisão das análises, o empreendedor que aceita o desafio de começar seu negócio do zero precisa contar com o respaldo da tecnologia.

6. Faça parcerias estratégicas

A sociedade é uma alternativa comum e bastante utilizada. Geralmente, uma pessoa entra com o recurso e outra com a ideia ou a execução do projeto. 

Saiba escolher bem seus sócios ou os parceiros do seu negócio. Os envolvidos no projeto devem ter expectativas e objetivos bem alinhados. Definir responsabilidades também é fundamental para evitar problemas no futuro.

7. Defina seus produtos ou serviços

Esse é o momento de desenhar a solução para o problema identificado. Para que uma empresa tenha sucesso, é preciso oferecer aquilo que realmente possa resolver os problemas dos consumidores. Então, pense em como você pode fazer isso e quais são os benefícios do seu produto ou serviço.

Por exemplo, um problema pode ser a dificuldade dos empreendedores em implementar estratégias mais eficientes para enfrentar a crise que alterou o hábito de compra dos consumidores, fazendo com que eles comprem menos. Com isso, uma oportunidade de negócio é oferecer consultorias em marketing para as empresas.

Portanto, o nicho de negócios é o marketing digital , em que podem ser ofertados serviços de produção de conteúdo para a web de acordo com o perfil do consumidor online ou a criação de campanhas publicitárias criativas e impactantes.

8. Conheça as questões burocráticas

Muitas pessoas ignoram as questões burocráticas, mas não dá para começar um negócio sem conhecer os aspectos legais que regem o comércio e a publicidade, seja em sua cidade, seja na internet.

Cláudio Carlos
Author: Cláudio Carlos

 Liderança  Gestão empresarial  Empreendedorismo  Educação financeira  Tradução e interpretação

Leave A Comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *